Os intervalos entre os exercícios devem ser respeitados até ao segundo?

Os intervalos entre as séries foram adaptados de forma a optimizar os efeitos do treino. No entanto se quiseres alterar os mesmos, podes experimentar. Mas temos algumas sugestões.

A duração do intervalo é menos importante nas primeiras semanas

Se fizeres menos do que 51 flexões, os intervalos entre as séries não são tão importantes. Se quiseres, até podes prolongá-los. O importante é fazeres as flexões correctamente e não fazer batota no que diz respeito à sua profundidade.

Se as séries não te cansarem suficientemente, toda a energia que ficar deve ser usada durante a última série, na qual deves fazer o máximo número de flexões que conseguires. Os teus músculos continuarão a desenvolver-se.

A duração dos intervalos começa a ter importância acima das 51 flexões

Aqui o terino altera-se. Os teus músculos já são bastante fortes e levantam o teu corpo com certa facildiade. As séries tornam-se mais curtas, mas aumenta a sua quantidade. Aqui começamos a desenvolver a resistência, que no futuro deve permitir-te fazer 100 flexões seguidas.

Intervalos demasiado longos não permitem-te desenvolver a tua resistência. Também chegarás às 100 flexões, no entanto a nossa experiência indica que levarás mais tempo.

No entanto, se no final do intervalo ainda tiveres dificuldades com a respiração, não forces demasiado a tua resistência, mas aguarda até alinhares a respiração. Cada um tem um ritmo próprio e deve treinar de acordo com o mesmo.

ADVERTISEMENT